Lençóis Maranhenses: o paraíso é aqui!

Depois de várias tentativas frustradas, conseguimos finalmente viajar para os famosos Lençóis Maranhenses. E a fama do lugar não é à toa, a beleza natural é tão impressionante chegou até nos emocionar. Sendo assim, neste post relatamos como foi nossa viagem e damos dicas para quem está pensando em ir para lá. Confira aí:

Começamos indo para São Luís

Primeiramente, como muitos sabem, moramos em Belém, e do Pará ao Maranhão é um pulo. Então, aproveitamos o feriado da Independência e do aniversário da capital maranhense – 8 de Setembro – e ficamos por lá uns dias para curtir uma praia e os eventos culturais. Porque achávamos que ir para os Lençóis Maranhenses era super rápido, ledo engano. 

Centro Histórico de São Luís
Palácio dos Leões
Camarão empanado na Praia de Pratigi

Dica: Muita gente acha que o Parque dos Lençóis Maranhenses é perto de São Luís, não é bem assim não. São cerca de 262 km de distância da capital, e a viagem dura em média 4h. É importante saber primeiramente, que você pode se hospedar também em Santo Amaro e Atins. Porém, pegamos informações com outros viajantes e ficamos em Barreirinhas mesmo, por causa da maior infraestrutura.


Quanto tempo ficar?

Vai viajar para os Lençóis Maranhenses? Então, fique sabendo que apenas um dia é muito pouco para explorar a região, passe pelo menos uns três dias! Um dia além de ser muito corrido, você acaba ficando muito cansado dos passeios. Pois, o subir e descer das dunas a pé, não é para qualquer um. Portanto, nada de chegar lá hoje já pensando em ir embora amanhã. Além disso, tem que fazer tudo com calma e aproveitar muito. Nós acabamos bobeando nesse quesito, pois tínhamos compromisso profissional e por isso passamos apenas dois dias em Barreirinhas, o que fez que perdêssemos a oportunidade de fazer outros passeios super recomendados do lugar, e o que não falta lá são passeios.

Chegando em Barreirinhas
Pier em Barreirinhas

Acesso ao Parque

A trilha para chegar aos Lençóis Maranhenses é do tipo com emoção, muito parecida com a de Jericoacoara. Da mesma forma, ao contratar o serviço, uma jardineira vai buscar o turista geralmente no hotel e de lá segue com o grupo mais um guia até a balsa que faz a travessia do Rio Preguiças. A travessia dura em torno de dez minutos e depois disso, por quase 30 minutos o carro vai por uma estrada de areia fofa e muitas imperfeições que faz você chacoalhar MUITO. E esse muito não é exagero, parece que estávamos montados em um touro mecânico, sem exageros. Como resultado, algumas pessoas ficam um pouco enjoadas.

Travessia Rio Preguiças
Rio Preguiças

O que levar?

Não esqueça de levar água e protetor solar. E o lixo, não esqueça de trazer de volta com você, o lugar é um parque natural e precisa ser preservado. Deixe apenas pegadas nas dunas.

Os passeios geralmente são realizados em dois períodos, ou você faz pela manhã ou à tarde. Como não existem áreas de sombra no parque, é muito difícil passar horas a fio no sol. Porém, não existe calor que resista ao banho gelado em uma das lagoas de águas cristalinas. Agora, prepare-se para andar bastante e ficar muito sujo de areia.

Estrada Parque dos Lençóis
Parque dos Lençóis
Estrada no Parque dos Lençóis

Quando ir?

Segundo o guia que nos acompanhou, a melhor época para conhecer o parque é quando as lagoas atingem os maiores níveis de água, sendo junho e julho os meses mais indicados. A época das chuvas vai de outubro a abril, por isso antes de viajar, é bom acompanhar sempre se choveu bastante e se as lagoas estão cheias ou não. Como depende da natureza, podem ocorrer mudanças no volume d’água das lagoas, para vocês terem uma ideia, fomos início de Setembro e devido o verão muito forte as lagoas estavam secando. E lembre-se: as lagoas são formadas através da água da chuva!

Alto da duna em frente a Lagoa da Preguiça
Lagoa da Preguiça

Leia também: Carolina e Riachão – Chapada das Mesas


Lagoa Azul

Alguns passeios nos Lençóis Maranhenses

São vários os passeios que o turista tem à sua disposição, esses são apenas alguns deles e seus respectivos valores:

  • Lagoa Azul – R$ 85,00
  • Lagoa Bonita – R$ 95,00
  • Lancha pelo Rio Preguiças – R$ 90,00
  • Atins/ Canto do Atins – R$ 130,00
  • Quadriciclo – R$ 350,00
  • Sobrevoo – R$ 300,00 a R$ 350,00
  • Boia Cross – R$ 80,00
  • Santo Amaro – R$ 850,00 (Toyota para 4 pessoas)

*Valores relativos a julho de 2018

Saia da rotina, viaje mais!

Se gostou... compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.